Encerramento dos Espaços Culturais

No contexto atual da luta contra a Pandemia do COVID-19, e na sequência da renovação do estado de emergência pelo Decreto do Presidente da República n.º 6-B/2021, de 13 de janeiro, regulamentado pelo Decreto n.º 3-A/2021, de 14 de janeiro, e da atualização do número de casos de infeções por concelho, que colocou o concelho de Figueiró dos Vinhos no Nível de Risco Extremo (cfr. Anexo IV e nº 4 do artigo 2º do Decreto nº 2-A/2021, de 7 de janeiro), com todas as novas restrições de circulação e horários de funcionamento dos espaços, informa-se que, por despacho do Sr. Presidente da Câmara Municipal n.º 2/2021, de 15/01/2021, encontram-se encerrados a Casa da Cultura, o Museu e Centro de Artes, o Posto de Turismo, o Museu do Xadrez e a Biblioteca Municipal, minimizando assim potenciais riscos de novos contágios.

Regressaremos ao contacto presencial com a comunidade logo que tal seja possível e até lá, os nossos serviços internos mantêm-se em funcionamento, pelo que nos encontramos disponíveis através dos números de telefone 236 552 195 (Museu e Centro de Artes) e 236 552 178 (Posto de Turismo) e dos endereços de e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. / Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. / Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.. Não deixe de nos acompanhar através das nossas páginas de Facebook.
 
 
 
 

Aviso - Encerramento dos Espaços Culturais

No contexto atual da luta contra a Pandemia do COVID-19, e na sequência da renovação do estado de emergência pelo Decreto do Presidente da República n.º 66-A/2020, regulamentado pelo Decreto n.º 11-A/2020, de 21 de dezembro, e da atualização do número de casos de infeções por concelho, que colocou o concelho de Figueiró dos Vinhos no Nível Muito Elevado de Risco, com todas as novas restrições de circulação e horários de funcionamento dos espaços, informa-se que, por despacho do Sr. Presidente da Câmara Municipal n.º 43/2020, de 22/12/2020, estarão encerrados ao público a Casa da Cultura, Museu e Centro de Artes, Posto de Turismo, Museu do Xadrez e Biblioteca Municipal, nos dias 26 e 27 de dezembro e nos dias 2 e 3 de Janeiro, minimizando assim potenciais riscos de novos contágios.

 

 

MUSEU E CENTRO DE ARTES DE FIGUEIRÓ DOS VINHOS É RECONHECIDO COM O SELO CLEAN & SAFE

O Museu e Centro de Artes de Figueiró dos Vinhos acaba de receber, por parte do Turismo de Portugal, o selo "Clean & Safe – Equipamentos Culturais Municipais".

A atribuição deste selo de garantia, por parte do Turismo de Portugal, em articulação com a Entidade Regional do Turismo do Centro de Portugal (TCP), reforça a determinação da autarquia de Figueiró dos Vinhos em criar as condições de segurança e reforçar a confiança dos visitantes, em relação ao cumprimento dos requisitos e recomendações da Direção-Geral da Saúde (DGS), necessários para a prevenção da contaminação e controlo da SARS-CoV-2 (novo coronavírus).

Com a aplicação do Selo Clean & Safe, reforçamos a confiança do nosso público, proporcionando uma experiência mais agradável e segura nas visitas ao Museu e Centro de Artes de Figueiró dos Vinhos.

 

Portugal Clean&Safe - https://portugalcleanandsafe.com/pt-pt

Portugal Clean&Safe – Museu e Centro de Artes de Figueiró dos Vinhos - https://portugalcleanandsafe.com/pt-pt/search...

 

 

 

 

Exposição de Fotografia - "Figueiró dos Vinhos - Recantos de Figueiró"

O Museu e Centro de Artes de Figueiró dos Vinhos apresenta, no próximo dia 7 de novembro, a Exposição de Fotografia "Figueiró dos Vinhos - Recantos de Figueiró".
 
Esta exposição estará patente ao público na sala de exposições do piso 1 do MCA até ao dia 3 de janeiro de 2021.
 
 
 
 
 
 

Exposição de Pintura Olhares "Entre Telas"

A Exposição de Pintura Olhares "Entre Telas", da pintora Maria Fernanda Ferreira, encontra-se patente ao público, na sala de exposições do piso 1 do Museu e Centro de Artes de Figueiró dos Vinhos, até ao dia 1 de novembro.

 

 

 

Exposição "MODERNOS E MODERNISTAS” – OS CAMINHOS DO NATURALISMO

O Museu e Centro de Artes de Figueiró dos Vinhos apresenta uma exposição, sob o tema Modernos e Modernistas, integrada no ciclo Os caminhos do naturalismo em Figueiró. Estabelece-se um diálogo entre os jovens autores de “quadros modernos”, ou seja, os naturalistas que apresentavam as suas paisagens e cenas rurais nas exposições do Grupo do Leão, e, a geração dos contestatários artistas modernistas, mas formados na Escola de Belas-Artes por estes mestres.

Simões de Almeida, escultor natural de Figueiró dos Vinhos, incentivava os discípulos a fixarem-se na sua terra, onde poderiam encontrar a luz, as paisagens, as vivências rurais. Simões de Almeida não integrava o Grupo do Leão mas entendia a mudança que se operava no país e o seu papel foi crucial nos caminhos do naturalismo. Assim, os artistas, José Malhoa e Henrique Pinto, elegeram Figueiró dos Vinhos e adotaram a terra como cenário privilegiado para as suas conceções artísticas.

Henrique Pinto e José Malhoa registaram momentos de um naturalismo feliz, enquadrados na rusticidade de vivências que terão marcado fases na produção de Dordio Gomes, Jorge Barradas e Abel Manta, embora apresentem outras referências e enquadramentos originais do Modernismo.

Os novos espaços de modernidade destacavam-se pela novidade e por questionarem a realidade com ousados tratamentos pictóricos. A paisagem, o retrato, as cenas intimistas deslocam o nosso olhar entre diversas formas de apresentação da modernidade, entre modernos e modernistas, criando diálogos temáticos e uma diversidade de técnicas.

Esta exposição estará patente de 26 de setembro de 2020 a 23 de maio de maio de 2021.

 

 

 

 

Exposição de pintura "Arte Contemporânea-Núcleo Surrealista"

O Museu e Centro de Artes de Figueiró dos Vinhos (MCA) apresenta, no próximo sábado, dia 25 de julho, a Exposição de pintura "Arte Contemporânea-Núcleo Surrealista".
Esta exposição encontra-se dividida em duas partes, que estarão patentes ao público no Piso 1 do MCA, entre 25 de julho e 2 de agosto e entre 2 e 27 de setembro.
Estarão expostas obras de vários artistas plásticos portugueses, representativos do movimento surrealista português, entre os quais Jorge Vieira (1922–1988), Cruzeiro Seixas (1920-), Mário Cesariny (1923–2006), Carlos Calvet (1928–2014), Raúl Perez (1944-), Carlos Eurico da Costa (1928-1998) e Marcelino Vespereira (1925-2002).
Informa-se igualmente que o MCA continua aberto em horário reduzido, entre as 10h00 e as 12h30 e entre as 14h00 e as 16h30, mas reabre aos fins-de-semana a partir do dia 25 de julho, voltando a estar aberto todos os dias da semana.